Quando o Cornetto foi lançado, em 1979, a McCann Erickson, agência que atendia a Gessy Lever, hoje Unilever, proprietária da marca Gelato que produzia o sorvete, resolveu seguir a linha criativa adotada pela filial inglesa apresentando o produto ao som do clássico italiano O Sole Mio.

No entanto, aqui no Brasil, a canção original ganhou uma nova letra, criada num italiano perfeitamente compreensível, que buscava fixar na mente do consumidor a origem do nome do produto. A versão foi feita pela agência, o arranjo é do maestro Rogério Duprat e a gravação foi produzida pela Publisol. A interpretação é do maestro Murilo Alvarenga.

O comercial de lançamento mostrava o personagem interpretado pelo ator Rubens Britto roubando um Cornetto de uma moça que passeava de gôndola. O sucesso foi tão grande que em pleno verão de 1980 a propaganda teve que ser retirada do ar por falta do produto nos pontos de venda. Fato que se repetiu nos verões seguintes. Vários comerciais foram produzidos até 1986, muitos ambientados na Itália e utilizando a paródia que acabou virando o jingle do produto. Reveja, mate a saudade e compartilhe.